Calçados femininos está relacionado a dores e deformidades nos pés

on 4 de abr de 2012


Sapatos com plataforma, salto alto, bico fino ou rasteirinhas. São diversas as opções de calçados femininos oferecidos para estar na moda ou combinar com a ocasião. Porém, com o uso excessivo desse acessório no dia a dia é difícil evitar problemas e os pés sofrem as maiores consequências, as quais variam de acordo com a anatomia de cada pessoa. Nesses casos, as dores e deformidades aparecem com mais frequência nas mulheres.

De acordo com o ortopedista e traumatologista Renato Brufatto Machado, um dos problemas mais comuns é o joanete, que está relacionado com a largura do pé e o uso frequente de calçados mais justos. O joanete é uma saliência óssea dolorosa que se forma entre a primeira articulação do pé ligada ao dedão (hálux).

Outro incômodo que atinge grande parte das mulheres, principalmente as que praticam uma atividade física regular, é o chamado Neuroma de Mórton, uma microlesão que surge normalmente entre o terceiro e o quarto dedos após esforços em corridas ou caminhadas prolongadas. Para amenizar a dor ocasionada por esse problema, pode ser recomendado o uso de palmilhas macias ou o tratamento cirúrgico, sugere Brufatto, que integra a Associacão Brasileira de Medicina do Pé e Tornozelo.

O especialista em análise do caminhar e da postura Jefferson Selaimen afirma que as calosidades estão entre os casos mais frequentes encaminhados ao exame de baropodometria — tecnologia que avalia as características do caminhar sobre uma plataforma que mede a força dos pés ao tocarem no solo. Os calos se formam, normalmente, no segundo dedo e têm relação com o uso de sapatos de salto alto pela pressão exercida naquela região durante a caminhada.

A dica é usar calçados mais confortáveis que acomodem bem os dedos, evitar o salto alto e fazer alongamentos para fortalecer a musculatura dos pés.

Vídeo - Problemas causados pelo Salto-Alto


0 comentários:

Postar um comentário